Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

VINÍCIUS BAIRROS

Você já parou para pensar em quem “ser” você?



Quase todo mundo já escutou a famosa frase “A felicidade não é ter, é ser”. Mas será que as pessoas entendem realmente o que é “ser”?

Quase todo mundo já escutou a famosa frase “A felicidade não é ter, é ser”. Mas será que as pessoas entendem realmente o que é “ser”? Já parou para pensar em quem é você?  E o que isso realmente significa? E o quanto esse “ser” influencia seus estados emocionais e principalmente suas decisões?

                Toda pessoa que tem autoliderança e autogestão possui respostas claras as essas perguntas, por isso possuem um espaço vital bem definido. Chamamos de espaço vital o conjunto de crenças e valores que compõem o espaço mínimo para que uma pessoa desfrute de um sentimento de realização e felicidade.

                Todas as vezes que esses valores e crenças são feridos, de alguma maneira, entra-se em estado emocional enfraquecedor, pois aquilo que chamamos de consciência, nos “acusa” ou “avisa” de não estamos no curso certo. Uma pessoa que não conhece e/ou que não defende seu espaço vital está apenas sobrevivendo, andando no “automático”, não percebendo a vida passar. Muitas vezes está paralisada pela baixa autoestima, tolerando humilhações em relacionamentos pessoais e profissionais ruins.

Conhecer e definir o meu espaço vital foi de extrema importância para tomar uma série de decisões quanto ao futuro pessoal e profissional. Hoje é o meu porto seguro, todas as vezes que tenho que tomar alguma decisão importante,  SEMPRE questiono se essa decisão vai fortalecer ou enfraquecer o meu espaço vital, isto é, quem eu “ser”.

meiosmokey
veiga douglinhas
concordia2
toscani
redemaq
aquino
chillys
reflexo