Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018

PLANETA ESPORTIVO

Um ano depois: eliminar Real é a chance para PSG esquecer 6 a 1 histórico



Com Neymar agora a seu favor, o PSG quer mostrar ao mundo seu novo projeto

No dia 14 de fevereiro de 2017, o Paris Saint-Germain fez um dos grandes jogos da sua história: venceu o Barcelona de Messi e Neymar por 4 a 0 no Parque dos Príncipes. O que parecia ser o primeiro capítulo de uma vitória histórica do clube transformou-se em pesadelo: no jogo de volta, o PSG sofreu uma derrota humilhante de 6 a 1, com atuação de gala do camisa 10 da Seleção no Camp Nou, e foi eliminado da Liga dos Campeões nas oitavas de final. A equipe ainda teve que ver o rival Monaco sagrar-se campeão francês na mesma temporada.

Um ano depois, no mesmo dia 14 de fevereiro, o PSG espera abrir caminho para deixar a eliminação de 2017 de vez para trás. Com um começo de temporada quase perfeito, a oportunidade chegou antes do esperado: o confronto contra o Real Madrid pelas oitavas da Liga dos Campeões, que começa na próxima quarta, com transmissão ao vivo da TV Globo e GloboEsporte.com, às 17h45 (de Brasília). O clube merengue é o atual campeão e já venceu doze vezes a Champions. Com Neymar agora a seu favor, o PSG quer mostrar ao mundo seu novo projeto – o time investiu mais de R$ 1,7 bilhão para contratar o brasileiro e Mbappé. O técnico Unai Emery, mesmo questionado, seguiu no cargo e acredita ter uma equipe mais forte nesta temporada.

- Eu tenho confiança e acredito que essa equipe está melhor preparada. E as experiências também são para aprender. Também aprender a analisar e procurar como melhorar em relação a momentos passados e partidas anteriores. Eu acho que hoje a equipe é melhor preparada, eu acho que a equipe evoluiu, como o PSG evoluiu para crescer. Com trabalho, experiência, com todas as informações. É importante juntar tudo e continuar esse processo. Por isso eu tenho certeza que a equipe está melhor preparada para o presente e para o futuro. E nossa obrigação é mostrar a todos que essa evolução é boa - disse o técnico espanhol.

Colin Vieira

Fonte: Globo Esporte

reflexo
ascencao
redemaq
fuscar
veiga douglinhas
leonardo
larinha
fecopel