Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018

PLANETA ESPORTIVO

Grêmio busca o bicampeonato da Recopa Sul-Americana



Vencendo a Recopa Sul-Americana, Grêmio igualará o rival em número de conquistas internacionais: 6 títulos

Depois de vencer a Copa do Brasil (2016) e a Copa Libertadores da América (2017), o Grêmio começa a decidir a Recopa Sul-Americana (confronto entre o campeão da Copa Libertadores da América e o campeão da Copa Sul-Americana) nesta quarta-feira, 14, em Buenos Aires, diante do Independiente. A partida de volta ocorre no dia 21, em Porto Alegre. O campeão da Recopa Sul-Americana garante a vaga na disputa da Copa Suruga Bank, no Japão. Em 1984, o Independiente venceu o Grêmio na final da Copa Libertadores da América. Em 1996, o Grêmio venceu o Independiente na final da Recopa Sul-Americana. 

Vencendo a Recopa Sul-Americana neste ano, o tricolor da Arena iguala o rival Internacional em número de conquistas internacionais. O Grêmio possui 5 títulos internacionais (1 Mundial, 3 Copas Libertadores da América e 1 Recopa Sul-Americana), contra 6 do Internacional (1 Mundial, 2 Copas Libertadores da América, 2 Recopas Sul-Americana e 1 Copa Sul-Americana). Além disso, o Grêmio se iguala a São Paulo e Internacional, com duas conquistas, como os brasileiros que mais venceram a Recopa Sul-Americana.

GRÊMIO CAMPEÃO DA RECOPA SUL-AMERICANA EM 1996

Em 1996, o Grêmio do técnico Luís Felipe Scolari conquistou a Recopa Sul-Americana diante do mesmo Independiente da Argentina, em jogo único, com vitória por 4 a 1. 

Menos de cinco meses depois de realizar um grande duelo no Mundial Intreclubes, contra o Ajax, o Grêmio voltaria ao Japão, numa outra decisão, contra um time com a mesma tradição internacional: o Indepediente. Tratava-se da Recopa Sul-Americana, que seria realizada na cidade de Kobe, no dia 7 de abril de 1996.

Grêmio

Danrlei (Murilo), Arce, Rivarola, Adílson Batista e Roger; João Antônio, Luis Carlos Goiano, Aílton (Émerson) e Carlos Miguel; Paulo Nunes e Jardel (Sílvio)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Independiente

Mondragon, Clausen, Rotchen, Serrizuela e Ramírez (Alves); Cagña (Bustos), Acuña, Domizzi e Burruchaga; Mazonni (Calderón) e Molina
Técnico: Gregório González

Gols: Jardel 19, Burruchaga 22 e Carlos Miguel 51 (Primeiro Tempo); Adílson 13 e Paulo Nunes 35 (Segundo Tempo)

CAMPEÕES DA RECOPA SUL-AMERICANA

O Brasil é o maior campeão da competição com 9 títulos: São Paulo (duas vezes), Internacional (duas vezes), Cruzeiro (uma vez), Grêmio (uma vez), Corinthians (uma vez), Santos (uma vez) e Atlético Mineiro (uma vez).

O Brasil também possui 7 vices-campeonatos da Recopa Sul Americana: Cruzeiro (1992 e 1993), Botafogo (1994), São Paulo (2006 e 2013), Internacional (2009) e Chapecoense (2017). 

O maior campeão é o Boca Juniors com 4 conquistas. 

TODOS OS CAMPEÕES

1989 Nacional do Uruguai

1990 Boca Juniors

1991 Olímpia

1992 Colo-Colo

1993 São Paulo

1994 São Paulo

1995 Independiente

1996 Grêmio

1997 Vélez Sarfield

1998 Cruzeiro

1999 a 2002 Não houve

2003 Olímpia

2004 Cienciano (Peru)

2005 Boca Juniors

2006 Boca Juniors

2007 Internacional

2008 Boca Juniors

2009 LDU

2010 LDU

2011 Internacional

2012 Corinthians

2013 Santos

2014 Atlético Mineiro

2015 River Plate

2016 River Plate

2017 Atlético Nacional (Colômbia)

Rodrigo Bergsleithner

 

redemaq
fecopel
kingswayyyyy
carrossel
veiga douglinhas
Luciano Nahed
larinha
fuscar